Formação

Vocação

Foto: Canção Nova Brasília

“É feliz quem realiza sua vocação”

         A palavra vocação quer dizer chamado, apelo, convite. É o chamado de Deus dirigido a toda pessoa humana, seja em particular, seja em grupo, em vista da realização de uma missão ou serviço em favor da comunidade. Vocação é o chamado do Pai por meio de Jesus Cristo na força dinamizadora do Espírito Santo. Como diz no evangelho:

“Vem e segue-me. ” (Mt 9,9 ; Mc 8,34; Lc 18,22; Jo 8,12).

       O chamado de Deus é sempre misterioso e feito ao coração. Deus não grita palavras de ordem, nem imperativos. Vai chegando, às vezes de surpresa; quase sempre de mansinho, propõe e persuade, sugere, inquieta, aponta para os fatos e acontecimentos, e um dia, um “não sei o quê, nasce “não sei onde” e vem “não sei por que” Age lá dentro do peito, embaralha a cabeça e faz bem ao coração e nos diz que estamos sendo levados na direção a um alguém muito especial, ao serviço a Deus, ao irmão, à comunidade.

       E Ele chama a todos indistintamente para a “vida”. Sobre esta vocação, não precisamos ter qualquer dúvida. Um dia fomos chamados a ser quem somos e onde somos. Não escolhemos nossos pais. Não escolhemos nossa cor, cultura, origem, povo, raça e nação. Quando tomamos consciência da vida, já estávamos aí. Essa vocação de raiz não exige nenhum discernimento. Exige aceitação, cultivo e gratidão.

       Deus não nos chama uma vez só. Ele é insistente com os que escolhe. Mas se você estiver em dúvida, vou lhe dar uma dica prática. Se acha que está ouvindo a voz de Deus para ser padre, entre para um seminário. Não significa que será sacerdote, mas ali terá as condições de ouvir melhor o chamado. A mesma coisa em relação à vida consagrada. Tenha coragem de entrar em um processo de discernimento. Em questão de vocação, a pior coisa é ficar parado. Dê um passo sem medo que seja o errado. Se for sincero, Deus o colocará no rumo certo. O Evangelho nos ilumina nessa questão quando Jesus diz: 

“Muitos são chamados, mas poucos são escolhidos” (Mt 22,14).

       Como diz Ana Paula (Missionaria na Comunidade Canção Nova), há muitos que não se apercebem da voz de Deus, porque estão distraídos pelas realidades fora de si. Outros projetam suas respostas baseados em seus planos pessoais, porque sentem a segurança em ter aquilo que é o comum dos nossos tempos: carreira promissora, reconhecimento, sucesso. Ainda encontramos aqueles que claramente negam a voz de Deus em seus corações e fogem dos Seus planos. E tenho que dizer que sempre haverá no coração desses, uma inquietação.

Assumir o que Deus aponta exige coragem e determinação, envolvendo, unidas a essas posturas, atitudes concretas de oração e escuta ativa da Vontade de Deus. Pois só quem é capaz de escutar, pode responder a alguém.

Se quiser conhecer um pouco mais do Vocacional Canção Nova faça contato.

 

Comentários

↑ topo