A experiência de ser mãe

Que alegria ser mãe e poder gerar uma vida no ventre.
Deus é muito bom conosco, nos dando este maravilhoso dom, o dom de ser mãe.
Poder conceber, dar a luz, dar vida, colaborar com o que Deus sonhou para a humanidade: Crescer e multiplicar.

fotoKatia -sermae-2
Ser mãe é um presente, é viver uma antecipação do céu, pois, quando um filho nasce vivemos o céu na Terra, é uma alegria imensa.
Todo filho é bênção de Deus. Deus quer contar com cada um de nós, por isso nos criou à sua imagem e semelhança. Jesus veio em uma família, porque assim Deus sonhou para nós.
Que caminho lindo de salvação, um caminho que passou pela família de Nazaré.
Jesus foi gerado no ventre de Maria, ela que é mulher, mãe de Jesus e nossa mãe, modelo de todas as virtudes.
Sou mãe de 4 filhos, um deles já vive no céu, durante minhas gestações, diante da alegria e também, diante da dor da perda de um filho na semana de nascer, encontrei na leitura um caminho de cura, pude ler bastante e conhecer a vida de alguns santos, e isso me ajudou a enfrentar com fé toda a dificuldade, assim como os santos enfrentaram a vida.
A cada nascimento, um aprendizado, a cada gestação um motivo a mais para orar, buscar a Eucaristia diária, o terço, maneiras que encontrei, e copiei de alguns santos, para me fortalecer e enfrentar a vida, saber administrar a alegria e a dificuldade, enfim, viver a fé na prática.
Não é fácil ser mãe, educar os filhos, formar cada um deles, assim como também não foi fácil para os Santos da Igreja.
Olhando para a vida de Santa Mônica, mãe dedicada, que por trinta anos rezou pela conversão de seu filho, que não só se converteu, como se tornou um grande santo e doutor da Igreja, Santo Agostinho.
E Santa Gianna, médica italiana, casada e mãe de quatro filhos. Uma mulher comum, que se dedicou e se santificou sendo mãe, escolhendo o caminho de Deus, o caminho da vida.
E tantos outros santos que nos motivam. E a nossa mãe, Maria que é modelo, mulher forte, que soube enfrentar muitas dores, mas também viveu muitas alegrias e por fim, foi elevada ao céu, onde intercede por cada um de nós.
O principal cuidado de Maria, durante grande parte de sua vida, era a criação de seu filho, Jesus.
Juntamente com José, seu esposo, Maria ficou trinta anos oculta em Nazaré, sendo mãe do Salvador.
Aprendamos com Maria, que se santificou sendo boa mãe e esposa, fazendo poucas coisas, mas as fazendo bem.
Deus conta comigo e com você nessa grande missão, que possamos a cada dia, dar o nosso sim, buscando cumprir bem nosso papel de mãe.
Que Deus abençoe todas as mães do mundo!

Comentários

↑ topo